domingo, 23 de novembro de 2014

MORREU SEU LUNGA? NÃO, ESTOU SÓ TIRANDO UM COCHILO...

CARIRI 23/11/2014

Famoso pelo humor zangado, morre Seu Lunga

Joaquim dos Santos Rodrigues, o Seu Lunga, morreu na manhã desse sábado, em Barbalha, na região do Cariri. Aos 87 anos, o cearense estava internado havia três dias. Lunga faleceu no começo da manhã

Lusiana Freirelusiana@opovo.com.br
IANA SOARES
Joaquim dos Santos Rodrigues, o Seu Lunga, faleceu na manhã desse sábado, em Barbalha, na região do Cariri

Morreu na manhã desse sábado, aos 87 anos, o comerciante Joaquim dos Santos Rodrigues, o Seu Lunga, em Barbalha, na região do Cariri. Seu Lunga estava internado havia três dias no Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo. Famoso por seu temperamento agreste e tiradas bem-humoradas, o cearense de Caririaçu se tornou um dos principais personagens da cultura popular nordestina. 
A previsão é que o corpo de Lunga seja velado na Capela do Socorro, em Juazeiro do Norte. O sepultamento deve ser feito no Cemitério do Socorro, mas os horários não estavam confirmados até o fechamento desta edição.
Primo em segundo grau do comerciante, Demontier Tenório disse que Seu Lunga tinha passado por complicações no sistema digestivo. De acordo com ele, o parente foi submetido a uma cirurgia no esôfago cerca de seis meses atrás, mas reagiu bem.
“Há uma informação não confirmada de que ele teria apresentado câncer. Não se sabe se isso seria verdadeiro”, fala Demontier. Na última sexta-feira, Seu Lunga piorou e faleceu às 9h30min de sábado.
Filosofia do traste
Seu Lunga era poeta, vendedor de quinquilharias e repentista em Juazeiro do Norte. 


Ganhou notoriedade pelo seu humor forte, quase ácido, tornando-se personagem do folclore. 



O apelido originou-se com uma vizinha, que o chamava de Calunga por causa da loja que mantinha. Aos poucos, foi virando Lunga. 



A fama de espírito irritadiço alastrou-se sertão adentro. 

Professor aposentado da Universidade Federal do Ceará (UFC), Renato Casimiro é amigo da família de Seu Lunga e há anos pesquisa e coleciona “causos” sobre o poeta cearense. Casimiro diz ter recebido com muita tristeza a morte do companheiro.
Humor

Figura controversa, Seu Lunga inspirou inúmeros folhetos da literatura de cordel. O cearense negava a fama de zangado e bruto. Para Casimiro, algumas anedotas atribuídas a Seu Lunga não são verídicas. “Nem tudo que se falava a respeito dele era verdade. Criou-se uma ficção a respeito do Lunga. Ele tinha um humor refinado. Era grosseirão, mas às vezes se manifestava de forma sutil. Sabia fazer ótimos discursos”, lembra o amigo. 


“Tem muita coisa inventada (sobre o Lunga). Ele admitia que não aceitava pergunta besta. Ninguém poderia chegar lá (na bodega) e perguntar se alguma coisa era para vender”, exemplifica Demontier.
Luto oficial

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte vai decretar luto oficial de três dias em virtude da morte de Seu Lunga. Segundo o procurador-geral do município, João Victor Alencar Grangeiro, o decreto será publicado no Diário Oficial de Juazeiro de segunda-feira, 24. 

Seu Lunga deixa esposa, com quem teve 13 filhos. 
(colaboraram Amaury Alencar, Thaís Brito e Isabel Costa).
Multimídia
Leia a entrevista de Seu Lunga às Páginas Azuis em 2009:
SAIBA MAIS 
“Estou decepcionado
Não importa tanto a derrota, mas ficar apenas com 463 votos é demais. Todo dia vinha gente aqui me dizer que havia votado em mim, e no fim um negócio desse. Como pode?”, disse Seu Lunga em 25 de novembro de 1988, quando não conseguiu ser eleito vereador. Na época com 52 anos, ele não admitia ter sido “traído” pelos seus eleitores. 
Em 2011, Seu Lunga ganhou uma ação contra o cordelista Abraão Bezerra Batista, que foi proibido de utilizar a expressão “Seu Lunga” em suas publicações. Ele entrou com o pedido na Justiça por considerar que os cordéis contribuíram para consolidar a imagem negativa de “grosseirão dotado de incomum rudez”.
Seu Lunga deu diversas entrevistas ao O POVO. Em 2012, em conversa com a equipe da Expedição Jornalística Rádio O POVO 30 anos, voltou a negar que os causos contados sobre ele sejam verdadeiros.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

GENIVAL SANTOS - SENDO ASSIM

Na constelação dos que cantaram as dores do amor, na sua forma mais pura, sem enfeite, sem capas, Genival Santos será eterno.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Deodato enaltece a vitória de Dilma e Camilo

O vereador Deodato Ramalho enaltece o resultado das eleições 2014: a reeleição da presidenta Dilma e a eleição do governador Camilo Santana. No pronunciamento, o parlamentar também critica o preconceito contra os nordestinos. Ao analisar os números da votação por estado, o vereador afirma que São Paulo e o Rio de Janeiro contribuíram significativamente para a vitória da presidenta Dilma.

Veja o vídeo:



Preconceito contra nordestinos é ridículo!



É ridículo o discurso dos preconceituosos, intolerantes, sobre o resultado da eleição para presidente. Opa, presidente não para presidentA (rsrs). Na verdade, tirando os "sabidos" de direita e de extrema direita que manipulam os números para justificar o seu ódio contra o Nordeste, tem também os desinformados que, tal qual papagaio, repetem essa baboseira. Pois bem: os números (como se diz: os números não mentem jamais), mostram que se a eleição fosse decidida apenas pelos "iluminados" do Sul e do Sudeste, ainda assim a nossa presidenta teria sido reeleita (vejam os números abaixo). Aliás, o mesmo que ocorreu em 2010 (considerando-se apenas Sul e Sudeste Dilma obteve 29.809.768 votos contra 29.403.649 do Zé Serra. Tá bom, como para a direita incivilizada só vale o resultado seletivo vamos colocar o Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Ainda assim, teríamos ganho em 2010: Dilma 33.247.650 e Zé Serra 32.972.526). Outra inconsistência do discurso preconceituoso, carregado de ódio que, na verdade, não é por conta da região, mas de classe. Nas regiões pobres do País onde o Aécio Neves ganhou aí pode. Eles aplaudem. A realidade é que esse tipo de discurso é bem próprio de quem não prima pela democracia; de quem apoiou a ditadura e até sonha com a sua volta; para esse tipo de gente a eleição teria que ser decidida assim: colhida a votação e obtido os resultados seriam excluídos os votos do PT e considerados apenas os votos dos estados onde a direta tivesse obtido maioria.


segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Dilma Lá!





2014, o ano que ficará marcado na história do nosso Partido dos Trabalhadores como o ano do resgate do melhor da nossa militância. Lembrou o histórico ano de 1989. Que fique a lição; que deixemos a zona de conforto de ser governo; que compreendamos que o conservadorismo, expresso raivosamente por setores elitizados da sociedade, tendo à frente o baronato e a mídia partidarizada, não dormem no ponto e estão cada vez mais firmes no propósito de fazer estancar as mudanças, as transformações sociais e econômicas do País. Daí por que emparedam qualquer tentativa de mudança na viciada estrutura da política nacional, que faz do Congresso Nacional um dique contra qualquer reforma de fundo nosso sistema político-eleitoral.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Deodato critica a manipulação das informações no processo eleitoral


No pequeno expediente da sessão plenária desta terça-feira (14), o vereador Deodato Ramalho (PT) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza para criticar a manipulação das informações no processo eleitoral no Brasil.

Para Deodato, a mídia nacional está tentando enganar a consciência do povo, apresentando denúncias sem comprovação envolvendo a Petrobras, com o agravante de que se tratam de "informações" sigilosas mas, que, criminosamente são selecionadas as que devem ser divulgadas. Do ponto de vista do estado democrático de direito é um absurdo que pretensos acusados não tenham acessos às denúncias, mas esse acesso é permitido aos veículos de comunicação, alguns dos quais declaradamente partidarizados. Esse tipo manipulação, perpetrada pela classe dominante conservadora, nas vésperas da eleição, acontece desde a primeira disputa do PT à presidência”, argumentou o vereador.

Segundo o parlamentar, outra linha desesperada para tentar influenciar o voto da população é a divulgação de pesquisas fajutas realizadas, por exemplo, somente nas cidades em que o candidato tucano teve maioria no primeiro turno. Numa dessas pesquisas, veiculada pelo portal da revista Época, o candidato do PSDB aparece como favorito no segundo turno.

Deodato lembrou que o candidato Aécio Neves representa o retrocesso e que no governo do seu partido, o então presidente Fernando Henrique Cardoso quebrou o Brasil por três vezes, tendo que pedir socorro ao Fundo Monetário Internacional. O vereador petista também recordou que o tucano, quando senador, votou contra o aumento do salário mínimo.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Deodato denuncia negociação por apoio do Prefeito de Boa Viagem


Na tribuna da Câmara Municipal de Fortaleza desta quinta-feira (09), o vereador Deodato Ramalho denunciou uma provável manobra política de compra de apoio para a campanha de Eunício Oliveira (PMDB) ao Governo do Estado e de Tasso Jereitassati (PSDB) ao senado. Deodato apresentou documentos que indicam que o Prefeito de Boa Viagem, Antônio Fernando Vieira Assef, pode ter aderido à campanha da Coligação Ceará de Todos para adiar o seu julgamento no Tribunal Superior Eleitoral.

Deodato destacou que o Fernando Assef foi condenado pelo Tribunal de Contas dos Municípios e estava aguardando o julgamento no TSE, que se arrasta há quase dois anos sem nenhuma definição. O prefeito, que é filiado ao PSD e foi apoiador de Camilo Santana (PT) ao Governo do Estado até julho, traiu o seu partido para aderir então à candidatura de Eunício e de Tasso. O motivo teria sido um acordo com o Sr. Chiquinho Feitosa.


O Sr. Chiquinho Feitosa é irmão da advogada Guiomar Feitosa Lima Mendes, casada com o Ministro do STF, Gilmar Mendes. Segundo os documentos apresentados pelo parlamentar, o escritório da Sra. Guiomar Mendes passou a integrar a defesa do prefeito. Diante disso, o Ministro deveria se declarar impedido de ser o relator do processo da cassação do prefeito, o qual é advogado por um colega de sua esposa e de interesse de seu cunhado.

“Comprovados tais fatos, configura-se uma situação desmoralizante para o sistema político e jurídico nacional. Esse é um caso que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) precisa atuar e pedir um esclarecimento sobre uma situação vergonhosa, em que um processo judicial venha a ser utilizado para comprar lideranças políticas.”, enfatizou o vereador.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Deodato agradece os votos que recebeu para deputado federal


Na sessão da Câmara Municipal de Fortaleza desta quarta-feira (08), o vereador Deodato Ramalho agradeceu os 18.535 votos que recebeu como candidato a deputado federal. Ele enfatizou que ficou particularmente feliz pelos quase 3 mil votos que recebeu em sua cidade natal, Boa Viagem – CE.

Para Deodato, o resultado alcançado na eleição é o reconhecimento do trabalho realizado nesses dois primeiros anos de mandato como vereador. O parlamentar lembrou que sua campanha não teve recursos, o que mostra que sua votação foi muito boa. “Minha campanha foi desenhando cartaz no lápis e colando com grude”, disse.

Deodato lamentou a compra e venda de votos no processo eleitoral. Ele relatou que infelizmente isso é um problema antigo, que todos sabem que acontecem, mas as providências não têm sido suficientemente eficazes para impedi-lo.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

VOCÊ SABIA?


DIA DO ADVOGADO. REFLEXÃO PARA A FALTA DE JUSTIÇA!

"A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta."

Rui Barbosa

Abraço a todos os colegas advogados e advogadas pelo nosso dia. Dia dos que lutam cotidianamente pela efetivação do direito, tendo que enfrentar um sistema judiciário completamente desestruturado, agravado com a falta de controle social sobre as atividades dos membros do Judiciário e do Ministério Público, apesar do pequeno avanço que representou a criação do Conselho Nacional de Justiça - CNJ e do Conselho Nacional do Ministério Público - CNMP. A situação da prestação jurisdicional no nosso estado do Ceará é cada vez mais preocupante. Hoje é praticamente impossível o advogado e advogada sobreviverem apenas no exercício da advocacia. É inconcebível que até mesmo um simples pedido de alvará para levantamento de pequenas quantias demorem anos para ser despachado. Não se trata apenas de falta de pessoal, que é fato, mas também de falta de atitude dos que fazem a máquina do judiciário andar ou NÃO ANDAR. No Congresso Nacional levantarei a bandeira do aprofundamento da reforma do judiciário, com a criação de mecanismos de meritocracia para fins de promoção nas carreiras jurídicas, estabelecimento de prazos para conclusão dos processos, concentração de atos processuais, plena implementação da regra de despacho dos processos na ordem cronológica (proposta que fiz em 2008 ao Tribunal de Justiça do Estado do Ceará). No exercício do mandato de deputado federal criarei junto ao meu gabinete um grupo de colegas advogados e advogadas para me auxiliarem no sentido de encontrarmos e propormos mudanças legais para enfrentar essa grave crise de resolutividade do poder judiciário. Quanto mais o Poder Judiciário fraqueja na sua tarefa fundamental de distribuir Justiça mais se enfraquece e mais deixa vulnerável a democracia e os cidadãos e cidadãs. A comemoração pelo nosso dia é um chamado à luta para mudarmos essa grave situação. Grande abraço a todos os advogados e advogadas do meu Ceará.

Deodato Ramalho - candidato a deputado federal 1321.

sábado, 26 de julho de 2014

Eliomar de LimaBlog do Eliomar de Lima

Vereador quer CPI do DPVAT

deodatto
Do vereador Deodato Ramalho (PT), recebemos nota em que informa ter dado entrada, em requerimento na Câmara Municipal, propondo a CPI do DPVAT. Confira:
Caro Eliomar de Lima,
Na semana passada, jornal de TV aqui do Ceará exibiu matéria denunciando um esquema de agenciadores de pagamento do DPVAT, que envolveria pessoas ligadas ao IJF. Essa prática é antiga e ocorre em todo o Estado do Ceará. Para pagamento do DPVAT, as vítimas e seus familiares só necessitam juntar a documentação e encaminhar a alguma seguradora, pelos Correios.
A denúncia dá conta de que alguém no IFJ manipula a entrega do prontuário das vítimas, facilitando a ação desses agenciadores que ficam com 30% (trinta por cento) do valor do seguro.
Estou propondo na Câmara Municipal uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os fatos e já propondo que a Prefeitura, através do PROCON, instale um serviço de atendimento das vítimas de acidentes e/ou seus familiares, para inibir a ação de atravessadores e, de igual, evite as fraudes que sagram recursos do DPVAT.
Penso que, pela relevância do assunto, contarei com o apoio da própria base parlamentar do prefeito e deste próprio para moralizarmos esse serviço.
Abraços,
Deodato Ramalho, 
Vereador do PT.


quinta-feira, 24 de julho de 2014

domingo, 1 de junho de 2014

Como a dignidade enfrenta o medo e a barbárie!


MENU POLÍTICO 01/06/2014
Dínamo de Kiev: o time que enfrentou Hitler
"TODOS OS JOGADORES SÃO PRESOS E ENVIADOS A UM CAMPO de concentração; quatro deles são mortos"

http://imgs.opovo.com.br/imgs/autores/PlnioBortolotti.jpgPlínio Bortolottiplinio@opovo.com.br

Em período de Copa do Mundo, falemos de futebol (com política). Começo com uma história que sempre me impressionou, a do Dínamo de Kiev, durante a ocupação alemã da Ucrânia, na Segunda Guerra Mundial. Valho-me do livro Futebol & Guerra - Resistência, triunfo e tragédia do Dínamo na Kiev ocupada pelos nazistas, de Andy Dougan que, de quebra, ajuda a entender o que está se passando hoje na agitada história ucraniana. Fundado em 1927, o Dínamo de Kiev era um time do clube esportivo da polícia, que se tornou destaque mundial.
EM JUNHO DE 1941, Hitler inicia a operação Barba-Roxa, invadindo a União Soviética com com três milhões de soldados; Kiev, a capital da Ucrânia (então uma das repúblicas da URSS), cai nas mãos dos nazistas em setembro do mesmo ano. Os ucranianos, que já viviam oprimidos pelo regime stalinista, serão submetidos agora a horrores indizíveis. O cartão de visita da chegada alemã é a chacina de 30 mil judeus, enterrados nos arredores de Kiev.

NO COMBATE PELA TOMADA capital ucraniana, a cidade ficara destruída, as indústrias desmanteladas e a produção paralisada. As forças de ocupação precisam pôr as coisas para funcionar novamente, principalmente a indústria de pão, para alimentar as tropas.

O UCRANIANO JOSEPH KORDIC, diretor da principal padaria industrial da cidade, colaborador dos nazistas - e apaixonado por futebol - encontra, certo dia, um dos jogadores do Dínamo, perambulando miseravelmente nas ruas, e lhe oferece emprego. A partir daí, ele procura os demais jogadores, que estão vivendo precariamente, e os emprega em funções subalternas na indústria que dirige.

SOB A INFLUÊNCIA DE KORDIK, os alemães resolvem usar o esporte na tentativa de tornar a população kieviana, hostil ao invasor, mais colaborativa. Os alemães reabrem o campeonato da cidade e os jogadores do Dínamo organizam um time na padaria, a que dão o nome de Start (começo).

EM UMA SEQUÊNCIA ESPETACULAR, os esfarrapados rapazes do Start, mal alimentados, debilitados fisicamente, com fardas e chuteiras improvisadas, vencem de goleada todos os times que lhes surgem à frente, inclusive os alemães. O Start passa a ser visto como um símbolo da resistência, e começa a preocupar os nazistas, que procuram um modo de acabar com a fama da equipe.

MARCAM UM JOGO com com o Flakelf, forte equipe da Luftwaffe, porém, o Start dá uma surra de 5 x 1 no time formado pela elite da força aérea alemã. Inconformados, as autoridades de ocupação determinam uma revanche para dali a três dias - e reforçam seu time mais ainda. A cidade fica eletrizada, a disputa ganhara caráter ideológico.

NO DIA DA PARTIDA, reunidos no vestiários, os jogadores do Start sabem que uma vitória significaria punição violenta e até a morte para eles, principalmente depois que o juiz da partida, oficial da SS, entra nos vestiário, orientando-os a fazer a saudação nazista no início do jogo.

ENTRAM EM CAMPO. O estádio lotado. Silêncio opressivo. Os jogadores alemães alinham-se levantam os braços e gritam a saudação nazista: “Heil Hitler” (salve Hitler). A equipe do Start, em seguida, repete o gesto, porém grita em uníssono: “Fizculthura” (uma saudação ao esporte). Foi o primeiro desafio. O jogo começa com os alemães cometendo faltas violentas, sem que o juiz se importe, e fazem o primeiro gol. Mesmo assim, o primeiro tempo termina em 3 x 1 para o Start.

NO INTERVALO, outro oficial nazista vai ao vestiário e recomenda que percam o jogo. O Start volta, toma mais dois gols, porém faz outros dois. O jogo termina em 5 x 3 para o time de Kiev. Entretanto, a suprema humilhação para os alemães havia partido do mais jovem jogador do time, Klimenko: franzino, ele dribla toda a defesa alemã; para a bola em cima da linha; vira-se para o centro do campo, e põe a bola novamente em jogo, sem marcar o gol. O juiz encerra o jogo, a torcida, em êxtase, passa a provocar os alemães e é contida com violência pela polícia.

OS JOGADORES ESPERAM PELO PIOR. Nos dias seguintes, todos são presos e enviados a um campo próximo a Kiev: três dos jogadores são executados com tiros na nuca, durante uma represália. Outro, que os alemães suspeitavam ser espião da NKVD (serviço secreto da URSS) já fora assassinado. Os demais sobrevivem.

AO FIM DA OCUPAÇÃO DE DOIS ANOS, em que 2/3 da população de Kiev pereceu, os jogadores foram considerados heróis. Até hoje a história é lembrada pelas novas gerações de jogadores. O feito dos rapazes do Start está eternizado em um monumento de granito, com três metros de altura, em frente ao estádio do Dínamo.

Confissão
Confesso a vocês, sou um brasileiro atípico, daqueles que não se importam com futebol (porém, nas pouquíssimas vezes em que fui a um estádio soube distinguir quem era a bola). Nesse aspecto, sou tão inocente, que torço para que todos os times cearenses, incluindo o Fortaleza e o Ceará - e principalmente o Ferroviário, cheguem à Série A do Brasileirão.

Dimensão humana
Entanto, gosto da dimensão humana do futebol, creio que é o esporte que melhor reflete os mais profundos aspectos da vida: paixões, alegrias, tragédias. Por isso, sou leitor do Serginho Rêdes e do Tostão, ambos colunistas deste jornal.

Homenagem

Asssim, meus amigos, em homenagem ao mundial de futebol, pela qual não vou me descabelar, porém me opondo à consigna “não vai ter Copa” - uma besteira, quando não uma reles vindita sem sentido - vou escrever outras histórias sobre o esporte bretão durante este mês.